Terça-feira
10 de Dezembro de 2019 - 
Prestação de Serviços Jurídicos de Qualidade

Justiça suspende prisão domiciliar de Roger Abdelmassih

Sentenciado ficará no Hospital Penitenciário para nova perícia.           Decisão da 3ª Vara de Execuções Criminais da Capital suspendeu prisão domiciliar concedida ao médico Roger Abdelmassih em 2017. A juíza Andréa Barreira Brandão determinou hoje (13) a transferência do sentenciado para o Hospital Penitenciário do Estado de São Paulo por período mínimo é de 30 dias, até que seja realizada nova perícia judicial.         Entre as condições impostas ao cumprimento da prisão domiciliar está a perícia médica trimestral, a fim de se constatar a condição física e a possibilidade de retomada do cumprimento do restante da pena na prisão. A magistrada também destacou na decisão que denúncias apontam indícios de que Abdelmassih tenha feito uso de conhecimentos médicos para ingerir remédios que levaram a complicações de saúde intencionais. Por essa razão, é necessário que ele permaneça “em ambiente controlado, recebendo seu arsenal terapêutico de forma regular e sob supervisão médica, até a realização da nova perícia judicial”.                    imprensatj@tjsp.jus.br
13/08/2019 (00:00)
Visitas no site:  549365
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.