Segunda-feira
23 de Julho de 2018 - 
Prestação de Serviços Jurídicos de Qualidade

ENTRE EM CONTATO CONOSCO

+55 (11) 3567-4029+55 (11) 98599-5510+55 (11) 96183-6828+55 (48) 998333278

Newsletter

Cadastre seu email para receber notícias:
Nome
Seu email

ÁREAS DE ATUAÇÃO

LIMINARES CONTRA PLANOS DE SAÚDE

  • Negativa de cobertura de procedimentos que não estão previstos no Rol da Agência Nacional de Saúde Suplementar;
  • Negativa da concessão de próteses e órteses;
  • Negativa de cirurgias bariátricas e cirurgias plásticas reparadoras decorrentes de tratamentos de obesidade;
  • Negativa de fornecimento de serviços de internação domiciliar, também conhecidos como home care;
  • Negativa de autorização para transplantes e de cobertura das despesas com o doador;
  • Negativa de cobertura a tratamentos médicos de planos que não estejam adaptados à Lei dos Planos de Saúde (Lei nº 9.656/98);
  • Negativa de cobertura a tratamentos contra infertilidade, inclusive procedimentos relacionados à reprodução assistida, tais como inseminação artificial e fertilização in vitro;
  • Negativa de cobertura para procedimentos de RPG (Reeducação Postural Global);
  • Negativa de cobertura da realização de testes de rastreamento genético que visam verificar o risco de câncer no paciente;
  • Negativa de autorização para cirurgia profilática, também conhecida como cirurgia redutora de risco, que visa evitar que um câncer se desenvolva;
  • Negativa de cobertura para UTI em casos de urgência ou emergência onde o paciente esteja no período de carência para doenças pré-existentes;
  • Negativa de cobertura de custeio de tratamentos baseada no argumento de sua natureza experimental;
  • Negativa de cobertura para tratamento de dependente químico;
  • Negativa de cobertura para radioterapia de intensidade moderada (IMRT);
  • Negativa de fornecimento de medicamentos para tratamentos quimioterápicos, oculares, contra HIV, hepatite e outros procedimentos baseada no argumento de serem importados ou experimentais, com ou sem registro na ANVISA.
 
Há vários outros abusos cometidos pelas operadoras de planos de saúde, tais como:
  • Tratamentos em hospitais não credenciados com a rede do convênio;
  • Reembolso de despesas com honorários médicos em cirurgias realizadas por profissionais não credenciados pelo plano de saúde;
  • Reembolso de despesas geradas por tratamentos médicos realizados em situações de urgência ou emergência em hospitais não credenciados ou conveniados com o plano de saúde;
  • Limitação indevida do prazo para tratamentos psiquiátricos;
  • Revisão de valores de reajustes abusivos de mensalidades decorrentes de mudança de faixa etária do beneficiário;
  • Cancelamento do plano de saúde devido a falta de pagamento de mensalidade;
  • Cancelamento de contratos coletivos;
  • Descredenciamento de hospital da rede conveniada;
  • Reajustes anual abusivo das mensalidades por suposto aumento da sinistralidade;
  • Rescisão do plano de saúde por iniciativa da operadora.
CONTATOS:
ATENDIMENTO 24 HORAS em casos de urgência
(11) 3567- 4029 (Fixo) Sede
 
(11) 98599 - 5510 (WhatsApp Plantão 24 HORAS) TIM
 
(11) 96183-6828 VIVO
 
(48) 99833 - 3278 (WhatsApp) 
Visitas no site:  277084
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.